A Rosácea é uma afecção da pele de características bem definida e este termo tem sido cada vez mais conhecido pelas pessoas em geral. Porém, nem sempre o que se apresenta como manchas rosadas na face são a verdadeira Rosácea (vermelhidão, pequenas espinhas, poros dilatados, vasinhos aparentes, oleosidade, reatividade à temperatura e alimentos, entre outros sintomas, juntos ou isolados). Existem erupções “rosaceiformes” que simulam o problema e as causas tem que ser definidas para cada pessoa.

Rosácea Ocular

A Rosácea pode também  estar presente nos cílios e pálpebras em 50% dos portadores da doença. Ela se manifesta sob a forma de inchaço e vermelhidão, com ou sem coceira, e em muitos casos uma descamação pegajosa nos cílios de formato cilíndrico. Nestas crostas cilíndricas se vê diminutos ácaros chamados Demodex, que são facilmente visualizados à Dermatoscopia (sim, o exame de prevenção de câncer de pele tem mais algumas utilidades!) Eles,  quando presentes, aumentam o processo inflamatório e causam muito desconforto na região ocular.
Procure a orientação de um Dermatologista para o diagnóstico correto e o tratamento mais adequado ao seu caso. No caso da Rosácea ocular o  tratamento deve sempre ser complementado pelo oftalmologista.

 

Open chat
Posso ajudar?